Indígenas da tribo Wassu Cocal deverão se reunir com representantes da Procuradoria da República  COMENTE
Índios da tribo Wassu Cocal liberaram a rodovia após mais de 36 horas de bloqueio

FOTO: ASSESSORIA

Os índios da tribo Wassu Cocal liberaram, na noite desta quinta-feira (20), o trecho da BR-101 que corta a cidade de Joaquim Gomes, na Zona da Mata de Alagoas, após mais de 36 horas de bloqueio. De acordo com a assessoria de comunicação da Polícia Rodoviária Federal (PRF), os indígenas deverão se reunir com representantes da Procuradoria Geral da República nesta sexta-feira (21), em Maceió. 
A interdição da rodovia teve início nas primeiras horas da manhã da última quarta-feira (19). Com galhos de árvores, os índios da tribo Wassu Cocal bloquearam a via para chamar a atenção das autoridades para os problemas e as necessidades da tribo. 
Entre as reivindicações, eles estão cobrando a ampliação das terras indígenas e da rodovia, além da construção de escolas. Na manhã desta quinta, integrantes do Ministério Público e da Fundação Nacional do Índio (Funai) se reuniram com os manifestantes. A PF informou que, após reunião com a Funai e com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), as reivindicações foram encaminhadas para Brasília.